Posts

Workshop em janeiro no IAB São Paulo: O lixo é um erro de design

O ano começou bem! O nosso primeiro workshop, que será nos dias 19 e 20 de janeiro, acontecerá no IAB (Instituto dos Arquitetos do Brasil)- Sao Paulo.

A oficina propõe apresentar a Economia Circular e o design Cradle to Cradle, abordando conceitos e análises de casos, por meio de exercícios práticos e discussões a fim de estimular o pensar de novas formas do fazer arquitetura e design. Iremos discutir como o Cradle to Cradle e a Economia Circular pode ser trabalhadas nas diversas escalas do projeto: partindo do design de produtos industriais, passando pela concepção de edifícios e cidades. Discutiremos, a partir do design circular, como repensar o projetar e o construir, indo além do pensamento tradicional da sustentabilidade e propondo um futuro de abundância e não de escassez.

Mais informações e inscrições podem ser acessadas diretamente pelo site do IAB-Sp: http://www.iabsp.org.br/?cursos=5777-2, – sócios do IAB têm desconto.

 

Flock no Forum Minicipal Lixo Zero SP

Estaremos amanhã no Fórum Municipal Lixo Zero de São Paulo, na mesa Design para o Lixo Zero e Economia Circular. O evento será na Câmara Municipal. Segue a programação e link para inscrição: https://forumlixozerosp.splashthat.com/

O conceito de sustentabilidade está ultrapassado?

Em entrevista à revista Época, Michael Braungart afirma que nós somos capazes de ir além da ideia de poluir menos e poupar recursos naturais – ideias centrais do conceito de sustentabilidade – e, através do design de berço a berço ou cradle to cradle, podemos produzir artigos que façam bem ao meio ambiente, retornando à biosfera na forma de nutrientes. Confira sua entrevista completa aqui.

Cradle to Cradle® no IED

Atendendo à inovadora iniciativa do Instituto Europeu de Design (IED), a Flock está oferecendo o curso de design Cradle to Cradle® para os alunos de graduação de Design de Produtos nesse mês de março. Ficamos empolgadas com essa nova parceria, que propõe um trabalho de base com seus alunos da graduação, para que se inspirem nos conceitos do C2C, na lógica de fechamento de ciclos industriais, e no design de qualidade e abundância. Investir na nova geração de designers e ampliar o alcance do C2C são bases importantes a serem lançadas para que realmente possamos reinventar a forma de como criamos as coisas.